Acesso à informaçãoFaltam 23 dias para a Copa

Plantio em homenagem ao Folha Seca

Nesta terça-feira (25/7), o Jardim Botânico do Rio de Janeiro realizou um plantio em homenagem a Orlando Pereira da Silva, o inesquecível Folha Seca, jardineiro mais antigo do Jardim, que faleceu em 1o de junho deste ano.

A neta Gabriela Vilela da Silva plantou uma espécie da Mata Atlântica, na presença de filhos, noras e amigos do Folha Seca. Participaram também jardineiros que trabalharam com ele, diretores e funcionários de várias áreas do Jardim. Marcus Nadruz, coordenador das Coleções Vivas disse que “é uma merecida homenagem a este homem que se dedicou às plantas do Jardim Botânico por cerca de 70 anos”.

Até as vésperas de seu falecimento, aos 94 anos, Folha Seca se deslocava com destreza em sua bicicleta, que ele adornava com diferentes temas. Na cerimônia, as alegorias mais lembradas foram as natalinas. Seu filho caçula, Ricardo Fonseca da Silva, disse que o pai usou a mesma bicicleta desde 1953. Ela foi doada pela família, com emoção e orgulho, para o acervo histórico do Jardim Botânico.

Sergio Besserman Vianna, presidente do Jardim Botânico, destacou que Folha Seca deixa um legado de amor ao Jardim e à natureza, que ultrapassa as fronteiras da instituição.