Acesso à informaçãoFaltam 23 dias para a Copa

Fique atento às Regras de Uso do Jardim

Fotos: Alexandre Machado
 
A Portaria de Uso Público do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (Portaria JBRJ Nº 102/2011, de 20 de julho de 2011) regulamenta a  atividade de visitação pública no Jardim. Lembre-se de que você está em um dos mais importantes institutos de pesquisa científica do Brasil e, portanto, é necessário ter atenção e cuidado com este espaço.
 
Confira algumas regras importantes para aproveitar melhor sua visita.
 
O que não é permitido:
 
* escrever, gravar, pintar ou afixar letreiros, dísticos, palavras, cartazes, avisos ou figuras nas árvores e demais plantas, bem como nas placas e mapas;
 
Registre seu amor pelo Jardim, por seu amado ou amada, deixando mensagens nas nossas Redes Sociais, em nossas mídias. As feridas nas árvores, provocadas por objetos cortantes, danificam e levam, muitas vezes à morte, espécies importantes para o estudo científico. A equipe de Fitossanidade do JBRJ trabalha para garantir a saúde vegetal de toda coleção exposta no arboreto.
 
* o acesso e a permanência de visitantes em trajes inadequados, tais como pessoas em roupas de banho ou sem camisa;
 
Aqui, existem mais de 500 profissionais trabalhando para garantir uma visitação de qualidade, portanto há regras claras de convivência que devem ser seguidas pelos visitantes.
 
 
* entrar com objetos que possam danificar o acervo ou perturbar a boa ordem, tais como bolas, pipa, triciclos, bicicletas, assim como instrumentos musicais, aparelhos sonoros e fogos de artifício;
 
Aproveite sua visita para apreciar a natureza, a fauna, a exuberância do espaço e descobrir os cantinhos de encantamento que o Jardim proporciona, e para levar um pouco do conhecimento que aqui é produzido. Evite trazer para sua visita objetos descritos acima, pois não dispomos de escaninhos para guardar pertences pessoais.  
 
 
* entrar com plantas ou com partes de plantas, da flora nativa ou exótica;
 
Como o Jardim é um instituto de pesquisas em botânica, ecologia e áreas afins, todas as plantas do arboreto fazem parte da coleção viva, estudada por quase 50 pesquisadores, e a entrada de outras espécies pode trazer doenças e comprometer a saúde das nossas plantas.
 
 
* arrancar, danificar ou apanhar galhos, flores, folhas, frutos e sementes, de qualquer planta ou do chão, ;
 
Leve do Jardim boas lembranças e a certeza de um compromisso com a preservação e a conservação de nossa fauna e flora. As folhas, cascas, flores e frutos, mesmo no chão, são recolhidos para estudos científicos, compostagem e também servem de alimento tanto para a fauna do Jardim, quanto como adubo para o solo.
 
* permanecer  sobre  gramados  e  canteiros,   subir  nas árvores  ou  nas  outras plantas
 
* subir   em   balaustradas,   cercas,   bancos,   monumentos,   estátuas   e   demais construções e equipamentos; 
 
O Arboreto é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Colabore para preservar sua história.  
 
 
* alimentar, capturar, maltratar, molestar ou matar qualquer animal, bem como destruir ou danificar seus ninhos, abrigos e criadouros naturais;
 
A fauna presente no Jardim é selvagem e, por se tratar de animais residentes e nativos do local, têm a biologia, comportamentos e sistema imunológico adaptados para a localidade. Os problemas que podem surgir ao alimentá-los, além das doenças transmissíveis, são as doenças alimentares, como diabetes, cáries, hipertensão, entre outras. Há passeios noturnos e observação de pássaros organizados para o público em geral. Acompanhe nosso site e redes sociais, inscreva-se, observe-os, saiba mais sobre eles e ajude a preservá-los.
 
* abandonar ou entrar com qualquer animal, salvo sob autorização do Instituto Brasileiro para o Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis - IBAMA; 
 
 
* praticar atividades esportivas, incluindo a corrida, fora dos horários estabelecidos.
 
A corrida e outras atividades que não ameacem ou perturbem a boa ordem e que não coloquem em risco a flora e a fauna do Arboreto podem ser realizadas das 6h às 8h (apenas para Associados da AAJB) e das 17h às 18h (público em geral);
 
 
* consumir alimentos e bebidas em qualquer espaço do Arboreto, com exceção do Parque Infantil.
 
Comemorar aniversários, piquenique, lanchinho da tarde, quem não gosta? O Jardim também tem um espaço reservado para sua comemoração: o Parquinho Infantil. Lembre-se de colocar o lixo nos recipientes e locais específicos para este fim.
 
 
Visite e se encante, compartilhe e divirta-se!
 
O Jardim está de portas abertas para você visitante, mas fique sempre atento às regras de uso do espaço.
 
O Jardim Botânico do Rio de Janeiro é nosso e de cada um, sua preservação e conservação são, também, uma responsabilidade de todos nós. A biodiversidade agradece.
 
 
Conheça o Regulamento de Uso Público completo no site do JBRJ
 
 

Fotos do banner e da home: Alexandre Machado