Acesso à informaçãoFaltam 23 dias para a Copa

Projeto de Meliponário será inaugurado no Jardim Botânico do Rio de Janeiro

O projeto, uma iniciativa do Laboratório de Fitossanidade do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ), será inaugurado no próximo dia 13 de maio, às 14h. O Meliponário, ou seja, a criação de abelhas sem ferrão, estará aberto ao público ao lado do Orquidário do Jardim.

O Projeto de Meliponário, patrocinado pela Brasil Kirin, teve início em 2010 e conta hoje com 21 colmeias de abelhas sem ferrão das espécies: Jataí, Mandaçaia, Mirim, Iraí e Guaraipo, todas com ocorrência natural no estado do Rio de Janeiro. De acordo com a responsável pelo Laboratório de Fitossanidade, Maria Lucia Teixeira Moscatelli, um levantamento feito sobre a presença destas abelhas na Mata Atlântica mostrou que o Estado do Rio de Janeiro aparece entre os mais ricos, com cerca de 20 espécies. Só no Jardim Botânico do Rio de Janeiro já foram encontradas mais de 13 espécies.

As abelhas sem ferrão, chamadas assim por possuírem o ferrão atrofiado, são essenciais para a  sobrevivência de uma grande parcela das plantas nativas, que incluem desde espécies de porte rasteiro até árvores de grande porte. Nas florestas brasileiras estas abelhas são os principais agentes de transporte de pólen e fecundação de 40 a 90% das árvores.

No país há mais de 300 espécies de abelhas sem ferrão, mas estima-se que aproximadamente 100 delas estão seriamente ameaçadas de extinção. Os motivos da ameaça podem ser pela poluição do ar e das águas, eliminação das florestas, destruição dos ninhos para retirar o mel medicinal de sabor e doçura inigualáveis, ou em virtude da quebra da cadeia ecológica.

E foi pensando na preservação destas colmeias que já existem no arboreto, no estímulo à população destas espécies e no despertar do interesse do público sobre o universo destas grandes polinizadoras que o Jardim Botânico inaugura mais este espaço de conhecimento para o visitante.


Serviço:

Data: 13/05/2016
Horário: 14h
Local: Meliponário – ao lado do Orquidário

 

foto da Home: Alexandre Machado